quarta-feira, 16 de Abril de 2014

Paciente #278...Os Membros dos Cavalinhos...

Nem todos os tipos de plástico são facilmente colados.
O caso que se segue demorou horas a colar.
Estes dois cavalos com membros partidos são feitos de um PVC comum, mas já têm tantos anos que o mesmo se tornou quebradiço e depois de partido as superfícies onde se deu a quebra parecia vidro.


No entanto e depois de vários testes lá conseguimos colar os apêndices partidos sem qualquer garantia de que não voltem a partir ou mesmo descolar.


Por vezes existem situações que superam os conhecimentos de qualquer técnico especializado.

Paciente #277...O Braço do Guerreiro...

Sempre que aparece um cliente com problemas nas articulações é uma dor de cabeça.
90% das articulações de figuras de acção apresentam-se sempre impossíveis de arranjar e na maior parte das vezes a articulação perde-se.

O que aconteceu com este guerreiro foi exactamente isso.
A articulação era em PVC e depois de partida revelou-se muito complicada de reparar sem comprometer ainda mais a figura.
Para não corrermos riscos o braço foi colado no local.


A figura perde assim a mobilidade desse braço, mas encontra-se inteira e com bom aspecto.

domingo, 13 de Abril de 2014

Paciente #276...O Vigia pintado...

Uma coisa que nunca se deve fazer é guardar figuras juntas.
Já temos visto caixas e caixas de figuras todas juntas e guardadas por falta de espaço. O que acaba por acontecer sempre é que umas figuras vão sujar outras.
Normalmente isto acontece por fricção, ou seja as figuras acabam por arrastar umas nas outras e deixam marcas de tinta nas diferentes superfícies...por vezes com consequências irreversíveis.

O caso deste Vigia é flagrante e grave. Felizmente um pouco de técnica e engenho deixou esta figura pronta para exposição e sem qualquer vestígio aparente de estrago.
As marcas na cabeça e no ombro foram muito difíceis de reparar e as marcas de transferência de cor na parte inferior da toga da personagem impossíveis de retirar. O pvc desta toga ficou tingido de azul e marcado a nível molecular sendo que a solução iria danificar de tal modo a peça que resolvemos dar a volta à questão (literalmente!)


Sendo assim o opção foi soltar a toga e rodar a parte tingida para as costas, fazendo assim esconder o estrago e tornar a figura decente para exposição.


O resultado foi satisfatório e tenho a certeza de que o cliente ficará satisfeito com esta nossa solução.

terça-feira, 8 de Abril de 2014

Paciente #275...Pernas e meio degolado...

E este é mais um caso de pernas velhas numa figura de Masters of the Universe.
Novamente um He-Man que nos chega de Mafra com um problema super comum em figuras com 30 anos de existência.
Este He-Man vinha meio degolado o que nos assustou ao princípio, mas felizmente tudo se resolveu e a figura respira agora saúde!
A figura foi ainda limpa de marcas de tinta e de resíduos que não conseguimos identificar.


Mais um He-Man pronto para exposição...


Paciente #274...As bonecas bolorentas...

É muito raro aparecerem bonecas no nosso hospital.
Dada a existência do Hospital da Bonecas em Lisboa (que desde já recomendados!) somos levados a pensar que é para lá que a maior parte dos clientes vão.


Estas duas irmãs Apple Dolls apareceram-nos com problemas de bolor nas roupas.
tendo em conta o Inverno deste ano, que se apresentou muito húmido, coisas como esta podem acontecer com alguma frequência.


Não foi complicado retirar todas as manchas de bolor e erradicá-lo de vez.
As bonecas voltaram aos seus locais de exposição perfeitamente livres de todas as manchas e com a promessa de que não voltará a acontecer tal coisa.

segunda-feira, 24 de Março de 2014

Paciente #273...Completamente desfeito...

O pânico e os gritos foram os que nos chamaram para a sala de urgências onde apareceu um paciente completamente desfeito.
Uma figura dos Galaxy Fighters em pedaços.
A cena de horror era mais do que qualquer um poderia suportar e tivemos de suspender todos os trabalhos, mesmo os de investigação para dar atenção a este paciente.

Atenção: as cenas que se seguem não devem ser presenciadas por figuras de acção mais sensíveis ou impressionáveis.

Procedemos aos trabalhos de recuperação imediatamente.

Depois de algumas horas na cirurgia o paciente foi encaminhado para o recobro, onde ficou durante longas horas em coma induzido a fim de podermos ligar todas as peças devidamente.
Só vários dias depois pudemos retirá-lo do coma e deixar que recuperasse a consciência por si.


Quando acordou estava totalmente recuperado e pronto para impressionar qualquer um com a sua raridade.
Mais um grande sucesso da nossa equipa incansável!


quinta-feira, 6 de Março de 2014

Paciente #272...Skeletor sujo de pernas soltas...

Outro caso, outra rápida solução.
Este é mais um exemplo de elástico ressequido com o tempo que acabou por partir-se.
No entanto reparámos que a sujidade era total e que precisávamos de intervir o quanto antes!


A intervenção teve de ser rápida e eficiente pois trata-se afinal do senhor de todo o mal!


Rápidos e eficientes e um senhor das trevas satisfeito e limpo!